Novidades

Mastopexia com prótese: o que você precisa saber
Categoria Geral

Mastopexia com prótese: o que você precisa saber

Um dos grandes incômodos das mulheres refere-se aos aspectos dos seios, especialmente quando eles se mostram meio caídos. No entanto, para esse problema há uma solução estética chamada mastopexia

Essa intervenção cirúrgica se destina a levantar ou reposicionar os seios de forma que eles fiquem mais altos e com um aspecto satisfatório para a paciente. 

Por que a mastopexia é indicada e quais os resultados que podem ser obtidos são algumas das perguntas que vamos responder neste artigo. Continue a leitura para mais informações.

Quando a mastopexia é indicada?

Lembramos que o ponto de partida para essa resposta é a insatisfação da mulher com seu próprio corpo. E isso é uma questão bem subjetiva. A avaliação junto a um médico de confiança é essencial.

Todavia, a mastopexia é indicada para corrigir a flacidez das mamas. O tempo costuma alterar o formato dos seios, seja pela hereditariedade, amamentação ou excesso e perda de peso bruscas e outros fatores. Além disso, há ainda situações em que um seio pode ser mais baixo que outro ou quando existe um formato alongado. 

Por isso, muitas mulheres optam pelo lifting de mamas, uma forma de recuperar a firmeza dos seios e também aumentar a confiança na sua autoimagem.

O que é necessário saber antes da cirurgia?

Como geralmente a cirurgia é fruto de muito desejo, muitas mulheres podem criar altas expectativas com o resultado. A mastopexia levanta, firma e, se necessário, reposiciona a aréola e tecidos mamários para garantir a compressão da pele. 

No entanto, o tamanho dos seios permanece basicamente os mesmos. Não há aumento de volume. Nesses casos em que se deseja mamas maiores, a paciente deve optar, junto com seu médico, por um implante de uma prótese de silicone em conjunto. 

Nesse caso, deve-se avaliar o tamanho da prótese e considerar todas as características a que uma cirurgia plástica para colocação de silicone deve atender. 

Muitas vezes, também pode ser optar por combinar a mastopexia com uma redução de mamas, caso os seios sejam já muito volumosos. 

Quais os cuidados necessários?

Toda cirurgia requer cuidados especiais. O médico deve investigar o estado de saúde geral da paciente através de exames e ajustes de medicações. Uma vez realizado todos os requisitos, a cirurgia deve acontecer em um centro cirúrgico com anestesia geral. 

O pós-cirúrgico vai requerer repouso relativo  e as atividades vão sendo liberadas aos poucos por 20 a 45 dias, como não fazer movimentos bruscos com os braços, não dirigir, não dormir de bruços ou de lado e o uso de sutiã modelador. 

E os resultados? 

O resultado da cirurgia pode ser percebido imediatamente. Claro que, com o passar das semanas, o inchaço tende a diminuir, e os cortes das incisões estarão mais cicatrizados, tendendo a ficar ainda mais discretos com o passar dos meses. A mama irá passar por um processo que chamamos de Báscula em que as aréolas sobem para o local definitivo e a mama toma a forma natural em até 6 meses. 

O que sempre alertamos é que essa deve ser uma decisão exclusiva da mulher, atendendo aos seus desejos individuais e não de terceiros ou até para se encaixar em determinados padrões estéticos. É preciso conversar muito com seu médico para que ele entenda quais suas reais expectativas. 

O melhor resultado é a mulher se sentir bem e confortável com sua silhueta ao fim do procedimento. 

Siga nossos perfis nas mídias sociais.

VOLTAR

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.