Novidades

MD Codes: tecnologia a favor da sua beleza
Categoria Geral

MD Codes: tecnologia a favor da sua beleza

Já ouviu falar no MD Codes? É um técnica para lá de inovadora criada para auxiliar os dermatologistas e cirurgiões plásticos a identificarem quais os pontos da face merecem intervenção. Cada rosto é único, tem um formato distinto, pontos de flacidez, perda de volume e gordura em áreas diferentes. É por isso que ele é tão revolucionário e faz toda diferença na busca pelo rejuvenescimento. Na entrevista de hoje, Dr. Raphael Sampaio esclareceu alguns pontos sobre o assunto.

 

Confira na íntegra:

1) Como funciona o tratamento de MD Codes e qual o objetivo de quem realiza?

O MD Codes  foi criado para auxiliar no tratamento do envelhecimento do rosto, dividindo a face em unidades estéticas como a região malar, lábios e mento por exemplo. Os objetivos ou possibilidades são infinitas!

2) Qual é o grande diferencial desse tratamento diante a outras estratégias para o rejuvenescimento?

O grande diferencial é que existem protocolos para parecer menos flácido, menos triste, menos bravo, menos cansado, mais  feminina, mais jovem, mais masculino, mais atraente e ainda protocolos específicos para cada etnia: caucasianos, asiáticos, indianos, árabes e afrodescendentes.

3) O tratamento deve ser realizado mais de uma vez durante a vida?

Sim!  A combinação de produtos utilizados no MD Codes envolve toxina botulínica e ácido  hialurônico em diversas concentrações. Cada produto tem um período específico de reaplicação que varia de 6 meses a 2 anos.

4) Quais são os riscos de acontecer alguma reação, como por exemplo alergias?

O risco de alergias com o ácido hialurônico é praticamente zero. O anestésico que acompanha o produto  proporciona uma aplicação mais confortável e bastante segura. Os efeitos colaterais mais comuns são transitórios como edemas, vermelhidão no local e algumas vezes rouxidão.

5) Quando é possível ver os resultados do procedimento?

O resultado já é aparente imediatamente, mas uma reaplicação deve ser aguardada por 3 semanas para evitar que um possível edema no local acabe confundindo o médico. Aparentes assimetrias iniciais tendem a se resolver nesse período.

VOLTAR